Bastidores

17/07/2018 as 08:30

Cabra-macho

Com seu fiel escudeiro e operador Edson Giroto e o empreiteiro preferido João Amorim atrás das grades, pelas escandalosas deslizadas na lama asfáltica, além de sua passagem, também, pelo xilindró, apontado como chefe do esquema criminoso, pode-se dizer tudo de André Puccinelli, menos que não tenha “aquilo roxo”, como diria Collor de Melo. Pelo menos a julgar por sua propalada aliança com Delcídio do Amaral, presidiário da Lava Jato. Com direito a selfies nas redes sociais.

16/07/2018 as 08:15

Conta outra...

Não cola o argumento do presidente regional do DEM, Murilo Zauith, pelo menos enquanto referência da política da Grande Dourados, de que o imbróglio envolvendo seu partido em busca de um palanque nas próximas eleições se deva à prioridade da reeleição de Henrique Mandetta e Teresa Cristina. A menos que o coração do ex-prefeito douradense tenha razões que a própria razão desconhece, já que os dois parlamentares em questão, de Campo Grande, são da cozinha de André Puccinelli.

13/07/2018 as 07:37

Enfim, juntos!

Era só o que faltava. Chafurdado na lama asfáltica, André Puccinelli com Delcídio do Amaral em seu palanque, tentando um retorno, ops!, ao senado. Delcídio foi absolvido ontem por um juiz de primeira instância, mas apenas da acusação de facilitação de fuga de Nestor Cerveró, o que não o isenta das lambanças, como Passadena, da Lava Jato. O namoro “escondido” com o petista, como Puccinelli gosta de falar quando se refere a alianças políticas, vem desde a eleição de 2014.

12/07/2018 as 07:15

Descendo do muro

Pelo tanto que estão se comportando como os tucanos, fazendo a maior onda para descer do muro, bem provável que os demos do Mato Grosso do Sul fechem, mesmo, com o PSDB. Ainda mais agora, pela destreza com que Murilo Zauith está movendo a coisa, indicando o deputado José Carlos Barbosinha como candidato a vice-governador de Azambuja. Com ele, claro, concorrendo ao Senado. Resta saber o que o governador vai fazer com Marcelo Miglioli e com Nelsinho Trad.

11/07/2018 as 07:50

Tábua da $alvação

Aos que questionam a obstinação de André Puccinelli em voltar ao governo, diante de tantas adversidades: seu líder maior, Michel Temer, beira a zero em popularidade, mas está dando uma de Silvio Santos – quem quer dinheiro? São R$ 5,8 bilhões jorrando para as famigeradas emendas parlamentares, sob a gerência do pupilo Carlos Marun. Que consigam “salvar” aí uns 10%. Republicanamente, como antigamente. Dá pra fazer a campanha e guardar para comprar uma tornozeleira nova.

10/07/2018 as 07:56

Saia justa

Por razões mais que óbvias, o ex-governador André Puccinelli não tem como trazer o presidente Michel Temer – a maior estrela emedebista – para a convenção que deve aprovar sua tentativa de retorno, ops!, ao Parque dos Poderes. Mas, dá na mesma, talvez seja até pior, já que não tem como se livrar do arauto do Planalto, o impoluto Carlos Marun, que virou ministro só porque se notabilizou como ferrenho defensor de Eduardo Cunha, outro ícone entre os corruptos emedebistas.

09/07/2018 as 15:16

Agora vai?

“Eu gosto é de trabalhar, de servir. Se eu tenho experiência para servir meu Estado, se eu for escolhido, se a população me vê como uma pessoa em quem ela realmente tenha orgulho, que eu possa representá-la, eu não tenho vaidade nenhuma nesse sentido”. Entre tantos “ses”, o ex-prefeito Murilo Zauith começa mover a política estadual, agora em link patrocinado, no Instagram. Pelo jeito voltou a pensar em ser senador. E, aí, um “ser” terrível: Azambuja ou com Puccinelli?

09/07/2018 as 09:42

Carona amiga

Lanterna dos eleitos (pela legenda) para Assembleia há 4 anos, com 16.586 votos, quando Délia Razuk (a mais votada em Dourados) ficou na primeira suplência, com 19.938votos, o médico GeorgeTakimoto vai se aventurar agora num retorno, ops!, à Câmara dos Deputados. Para não perder a viagem, pediu carona a Renato Câmara, o terceiro colocado (36.903 votos) que agora busca a reeleição. É nessa condição que Takimoto será o puxador de votos na coligação de André Puccinelli.

07/07/2018 as 07:47

Dobradinhas

Passada a frustração da Copa do Mundo começam a se consolidar as duplas que se formaram durante este período em que os candidatos aproveitaram para as provisões de recursos para as eleições de outubro. Os tucanos Geraldo Resende e Barbosinha foram vistos de mãos dadas, entrelaçadas, pedindo votos no Vale do Ivinhema, onde Renato Câmara reina absoluto para estadual, devendo dividir seu prestígio com o colega emedebista douradense George Takimoto, que retorna para federal.

06/07/2018 as 09:13

Pindaíba

A especulação em torno do nome de Lori Gressler como candidata a vice-governadora de André Puccinelli é o mais claro sinal dos estragos da derrapagem do emedebista na lama asfáltica. Secretária de Educação da administração Zé Elias no século passado, depois vice-prefeita de Humberto Teixeira, a professora aposentada está totalmente fora de contexto, desde sua desastrada tentativa de virar prefeita. Sem votos e sem um tostão furado para investir na combalida campanha do emedebista.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 - 36
 

Canais

Valfrido Silva
Artigos
Geral
Entrevistas
Roda do Tempo
Bastidores

Expediente

Contato
Anuncie